Nossa história...

A primeira vez que nos vimos mal nos falamos, foi em frente a casa de
uma amigona minha, que inclusive será nossa madrinha, a Carol, que naquela época
namorava um amigo dele.

Depois de algum tempo, uma outra colega, que namorava um outro
amigo dele que hoje também é meu amigo, o Digão, que também vai ser nosso
padrinho junto com a Dri, me ligou e disse que ele queria me conhecer e
que seu eu dissesse sim naquela noite ele iria até a casa dela junto com o namorado dela e que aí nos podiamos conversar, como eu concordei, nos encontramos naquela noite.

Depois disso não nos largamos mais e daí para o namoro foram apenas 15 dias.

Mas, há 10 anos atrás, éramos muito jovens (eu muito jovem) e tinhamos outros interesses, então fomos levando o namoro do jeito que dava, sem muito compromisso e atenção. Sinceramente não sei como o namoro resistiu a esse tempo.

Não sei como nem porquê, depois de mais ou menos 1 ano e meio de namoro nos descobrimos realmente apaixonados e a partir daí passamos a fazer planos juntos, que se tornarão realidade em 27/09/2008!

Por todos esses motivos acho que foi Deus que nos juntou!


Contagem regressiva para o grande dia...

Daisypath Wedding Ticker

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Relatos do Casamento: A Cerimônia

Bom, não sei se todas sabem, mas meu casamento foi realizado em um chácara, em campo aberto, sem tendas. No dia anterior o Sol estava a pino, e a noite estava muito gostosa, porém no dia do meu casamento um pouco antes do almoço o tempo começou a fechar e logo depois chover. O Buffet dispunha de um salão caso estivesse chovendo para a realização da cerimônia, mas, sinceramente eu ficaria muito decepcionada caso fosse necessário casar no salão, meu sonho sempre foi casar no campo.
Um pouco antes de sair do salão, meu noivo me ligou e disse que o tempo estava muito fechado e que seria melhor a cerimônia ser realizada no salão, fiquei uns instantes muda e depois perguntei se estava garoando ou chovendo, como ele disse que não, mas que o tempo anuanciava chuva, eu pedi que eles mantessem a decoração fora e que caso começasse a chover eles poderiam transferir a cerimônia, ele ponderou que era arriscado e que se a transferência fosse ocorrer na hora os convidados teriam que esperar um pouco mais, mesmo assim pedi que ele fizesse da forma que pedi.
Não sei, mas acho que foi alguma inspiração divina que me fez manter a cerimônia fora, pois mesmo com tudo dizendo que seria ao contrário, não houve garoa nem chuva durante toda a cerimônia, estava um pouco frio, mas ninguém ficou molhado.
Resultado: a hora que eu e meu pai paramos em frente a passarela, pude ver todas as flores lindas junto com as árvores do campo e uma cascata de água cristalina que é fonte de renovação e vida, tudo isso com uma diferenciada iluminação lindissíma, que dava um toque todo especial e isso me deixou muito feliz, eu não sabia, sinceramente, que uma pessoa poderia ser tão feliz de uma vez!
Então comecei a escutar a marcha nupcial e meu Pai perguntou:
- Você quer ir rápido ou devagar?
- Bem devagar, eu quero ver cada pessoa que está aqui.
Queria mesmo, olhar nos olhos de cada um e sorrir, em forma de agradecimento por estarem participando deste momento tão especial e de dizer que eles estavam ali por que são especiais para nós. Não chorei, nem um pouquinho a hora que estava entrando, nem fiquei como uma estátua olhando para o noivo, consegui fazer o que tanto queria: curtir o momento e aproveitar todas as coisas, sem ficar nervosa e chorar o que atrapalharia todos os meus planos, eu queria me lembrar de todos e de toda a cerimônia.
Então na ponta da pequena escada que iria subir para chegar ao altar finalmente olhei para o meu noivo, ele estava lindo e olhava para mim com um olhar tão terno que foi a primeira vez que vei lágrimas nos meus olhos, consegui segurar, ele pegou minha mão e me deu um beijo na testa.
O Pastor começou a cerimônia, em tom de brincadeira, dizendo o seguinte:
Para seguir o protocolo eu deveria perguntar se alguém contra essa união, mas eu não vou perguntar, afinal ninguém tem nada haver com isso. Pois quando entrei aqui e fiquei a espera da cerimônia começar pude perceber que existe aqui uma grande torcida por vocês, todos esperavam anciosamente que o casamento acontecesse....
O clima era esse mesmo, pude perceber todos emocionados e confiantes torcendo por nós a hora que estava entrando e durante toda a cerimônia, que foi belíssima, guiada pelas palavras de amor do Pastor, que durante a festa me confessou que realizou centenas de cerimônias de casamento em toda sua vida, mas que nunca havia se emocionado como se emocionou em nossa cerimônia.
Na hora da troca de alianças pude perceber que ao contrário de mim, o noivo estava nervosisssímo, tanto que na hora que ele me estendeu a mão para que eu colocasse a aliança em seu dedo, me deu a mão errada, como eu olhava bem nos seus olhos não prestei muita atenção na mão, então coloquei a aliança na mão errada, mas depois consertamos, mas uma história pra contar, não é mesmo!
Bom quando fomos cumprimetar nossoa padrinhos foi uma grande emoção pois ali estavam pessoas que nós realmente amávamos de todo nosso coração, mas o momento que me emocionei mais foi quando abracei meu pai, agarrei ele bem forte e ele me disse no ouvido:
- Filha, não vou falar nada.
Eu também nem abri minha boca , porque se eu fosse falar "A" que fosse, eu abriaria a boca a chorar, então mais uma vez tive que me segurar.
Na saída optei por tocar uma música bem alegre (Kiss Me - Sixpeance None The Richer) para que todos se sentissem como nos sentiamos e também preparassem o espiríto para a festa. Durante todo o trajeto de saída, os convidados jogaram em nós o arroz que eu distribui nos saquinhos.
Havia combinado com a cerimonialista que cumprimentaria os convidados no salão de festas, mas nem eu e nem ela conseguiu evitar e pois todos estavam me esperando na saída, pois todos estavam anciosos para nos felicitar.
Depois de toda a confusão dos cumprimentos é que pude olhar para o Kleber:
- Agora você é minha.
- E você é meu.
- Eu te amo.
- Eu também.

19 comentários:

Ju disse...

ownnnnnnn
q fofo!

parabéns viu? e parabéns por ter sido corajosa e ouvido seu 6º sentido...

adoro essa música kiss me...
=)

Noiva Mari disse...

ai para ... todo dia agora eu choro aqui no trabalho ! rsss O povo ja ta me perguntando que aconteceu ! rss Ai .. fico tao emocionada imaginando o seu casamento com os detalhes, e o relato perfeito que você faz !

Fico feliz d ++++ !

E continua contando ta, que eu vou continuar chorando !

beijos

Anônimo disse...

Nossa fiquei toda arrepiada de ler que coisa + linda, que vc's sejam muittoooooooooo feliz !!!!!

Lu disse...

Oi Ju! Ki lindo!!! Deve ter sido uma cerimônia linda mesmo, fiquei super emocionada, principalmente na hora do abraço em seu pai... Sei que comigo vai ser assim tb,lá em ksa são dois rapazes e eu no meio, única mulher, e meu pai tem uma coisa comigo,na minha formtura chorou e me fez chorar na hora q foi colocar o capelo... No casamento, já to até vendo e chorando tb, risos...

Beijão e toda felicidade do mundo p/ vcs!

Rach disse...

Que lindo, muito emocionante mesmo !!! Mas acho que não vou conseguir me segurar como você não !! Acho que vou chorar horrores do início ao fim !!! E o noivo já tem CERTEZA que vai acontecer !!! rs
Beijosssss

Luiza Cristina disse...

Posso falar?

Chorei.

Humpf.

To muito feliz por vc, mesmo te conhecendo tão pouquinho!!!

um otimo fds

beijo.

Alice e Carlos disse...

Nossa me emocionei, mas acho que quando eu abraçar meus pais não vou conseguir me controlar. Já sou chorona por natureza, imagina no dia do meu casamento, que vou estar me "distanciando" um pouquinho deles. Não quero nem pensar nisso agora. Bjooo

Nanny disse...

Amei!!!
+ o q eu vou falar aki nda haver com teu kasorio xD
poxa criei o meu blog e naum tô sabendo mexer ai queria uma amiga aki pra me ajudar a mexer e tb em relação a casamento é bom vê os sonhos dos outros se concretizando porque ai vc fala poxa vai chegar a minha vez espero q entenda e eu posso ter uma nova amiga aki no blog

Bruninha disse...

Olá... td bem? Tava vendo seu blog e gostei mto... seu caso é bem parecido com o meu... depois de quase 9 anos juntos, mas sem morar juntos, decidimos q era a hora... rsrssr... vou te acompanhar ok? Depois me faz uma visitinha lá. A paz de Jesus pra vc e grande abraço.

Muriele Binow disse...

Ai.....

Deu vontade de casar de novo


e casar no campo como vc, deve ter


sido tudo maravilhoso.....


bom final de semana,


bjos....

Suelen disse...

Ai que lindooo...bjo amiga

Binha disse...

Ai,, que lindo !! Com certeza manter a decoração lá fora foi arriscado.. mas, quem disse que não se deve correr risco?
Bjs

Sol disse...

Ju, tive tantos probelmas na sua ausência do blog q vc já deve estar inteirada, né?
Fiquei muito, mas muito feliz pelos seus relatos. Quero desejar muito amor nessa familia q se formou e dizer q gosto de vc d+!
inté, beijokas coloridas

Elaine disse...

Nossa... que lindo.

Fiquei super curiosa p/ ver as fotos.

bjs

Cilla disse...

Oi Ju! eu quase chorei em ler seu post! acho que no dia do meu casamento não vou aguentar! vou chorar móoooito! rs!
Bjinhus!

Futura noiva - Nana disse...

Oh, meu Deusssss!!!!!
Você casou há pouco tempo..... =,)
Que lindo... tudo... sua descrição dos detalhes.... tudo!!!
E, olha... parabéns pela força... porque eu só me vejo chorando... e muito!!! Eu tive vontade de chorar até quendo a gente foi ver o salão....
Parabéns!
Felicidades!
Que Deus os abençoe muito!

E obrigada pelo carinho que me recebeu!

Beijos

Tamara disse...

Nossa, que relato lindo! Lendo suas palavras deu para sentir um pouco da emoção do dia.
Parabéns! que o senhor Abençoe!
Beijos!

Paty disse...

Ai, q lindo Ju! Seu grande dia foi perfeito!!! Parabéns!!!!

centraldasnoivas disse...

Menina, que linda essas declarações que vocês trocaram. Fico imaginando a cena: um monte de gente querendo cumprimentar, falar, tirar fotos, e vocês dois lá, como se o mundo inteiro não existisse, trocando juras de amor!!!!
Aiaiaiaai, quero casar logo pra poder falar isso também, rsrs...

Beijokassss,

Livia